Conheça a história do Bungee Jump

Entre os esportes radiciais, talvez o bungee jump seja o mais desafiador de todos. Mas você conhece a história deste esporte e onde praticá-lo aqui no Rio Grande do Sul?

COMO TUDO COMEÇOU

O bungee jump (equipamento em que a pessoa fica presa por uma corda elástica e salta de alturas acima de 40 metros) foi criado pelo neozelandês A. J. Hackett em 1988. 

Em Pentecost, ilha que integra o arquipélago de Vanuatu, durante vários séculos os aborígenes saltavam de árvores altas com vinhas (tipo de trepadeira) amarradas às suas pernas, como uma demonstração de força e coragem.

Salto na ilha de Pentecost

Durante este ritual, chamado Naghol ou N’gol, que significa ‘salto no vazio‘ que ocorre todos os sábados entre abril e junho, homens e meninos saltam de torres improvisadas de madeira com cerca de 20 a 30 metros de altura, com um tipo de cipó enrolado nos tornozelos, chegando a atingir uma velocidade de cerca de 72 quilômetros por hora

Na década de 50, fotógrafos da revista norte-americana “National Geografics” revelaram ao mundo o estranho costume dos nativos da ilha, que saltavam em direção ao solo amarrados pelas pernas. 

No final da década de 70, esse ritual chegou à Universidade de Oxford, no Reino Unido, onde membros de uma confraria de alunos começaram a praticar saltos experimentais. Depois de observar uma gravação de um salto dos indígenas, Hackett decidiu criar condições para transformar a prática indígena em esporte.

A. J. Hackett

Ele substituiu as trepadeiras por uma corda de látex e desenvolveu dispositivos para garantir a segurança do bungee. Hackett estabeleceu seu negócio em Queenstown, inaugurando a primeira ponte construída especialmente para o esporte em 1988. Até hoje, o salto de 43 metros sobre o rio Kawarau continua a ser realizado e é muito procurado pelos fãs do esporte.

Salto sobre o rio Kawaray

O ioiô humano foi uma das modalidades que fizeram parte da primeira edição dos X-Games em 1995, a “Olimpíada” dos esportes radicais.

ONDE SALTAR NO RIO GRANDE DO SUL?

Não pense que é necessário ir muito longe para saltar de bungee jump, aqui na Serra Gaúcha há dois parques que possuem plataformas fixas para saltos. Ambos os locais possuem uma estrutura incrível e profissionais capacitados que garante tranquilidade para a prática do esporte.

O Eco Parque Companhia da Aventura fica localizado na cidade de Nova Roma do Sul e possui uma plataforma de saltos de 65 metros de altura. É possível saltar pelo valor de R$ 79,00 – preço de abril de 2019.

Já o Parque de Aventuras Gasper fica localizado na cidade de Bento Gonçalves e possui uma plataforma de saltos de 150 metros de altura. O valor cobrado por salto é de R$ 95,00 (individual) ou R$ 220,00 (em dupla) – preço de abril de 2019.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *