Como montar um mini kit de sobrevivência para emergências na natureza

Uma das coisas mais importantes para quem costuma fazer trilhas em locais mais inóspitos é estar preparado para situações de emergência, uma vez que ficamos vulneráveis a uma série de perigos em meio à natureza. Por isso, nesse post iremos dar dicas de como montar um mini kit de sobrevivência.

Em primeiro lugar, é bom deixar claro que se trata de um kit básico, que pode (e deve) ser incrementado de acordo com a atividade realizada e local a ser explorado.

1 – Silver tape

Quando se está trilhando, principalmente em locais onde o relevo é bastante acidentado, é comum a sola do calçado se soltar, sendo muito arriscado continuar a caminhada nessas condições, nesses casos ter uma fita silver tape é crucial. Trata-se de uma fita adesiva com uma resistência bem alta; é útil tanto para remendar a sola dos calçados, como também barracas, roupas e – em situações mais extremas – firmar ataduras. Por ser inflamável, ela também é útil como isca de fogo, para iniciar uma fogueira à noite.

2 – Bússola

Estar perdido sem saber para onde ir é apavorante, pois podemos andar por dias na direção errada, gastando tempo e energia desnecessariamente. Dispor de instrumentos de orientação pode ser crucial para a vida ou a morte de quem esteja perdido na natureza. Então possuir uma bússola é indispensável para podermos nos orientar caso estejamos perdidos, há diversos modelos no mercado. Além disso, a maioria dos celulares possui uma bússola digital que não necessita de internet para funcionar, mas é bom não confiar nela como único meio de orientação porque numa situação de emergência que perdure um período mais longo, é bem provável que a bateria do celular acabe.

3 – Um saco plástico + pastilhas de cloro

Manter-se hidratado é uma das coisas mais importantes numa situação de emergência, mas tomar água diretamente da natureza é muito arriscado. Por isso, é importantes termos a disposição alguma forma de tratar a água; então um saco plástico limpo e sem furos serve para armazenar a água e trata-la com as pastilhas de cloro.

4 – Fio dental

O fio dental possui uma resistência bem alta, então é um jeito compacto de termos uma corda improvisada. Serve para amarrar madeiras para montar um abrigo, como também como uma linha de pesca, fora outras utilidades.

5 – Instrumento cortante

Ter algum instrumento cortante como uma faca, canivete ou tesoura é essencial para situações de emergência por uma série de motivos; tanto para cortar frutas, galhos etc. Lembramos que a caça é proibida, mas numa situação crítica talvez seja necessário caçar pequenos animais, e uma faca será importante para preparar o alimento.

6 – Arame de cobre

Um rolo de arame de cobre é muito útil, pela sua resistência e flexibilidade é possível utilizá-lo para uma série de situações: firmar madeiras para montar um abrigo, improvisar uma armadilha, fazer um varal para secar as roupas etc.

7 – Lanterna

Uma lanterna é indispensável para podermos nos orientar quando a noite cair, pois andar na natureza já é arriscado, imagina no escuro!

8 – Isca de fogo

Somos mal acostumados com os filmes de ação onde os atores conseguem facilmente fazer fogo utilizando dois pedaços de madeira. A vida real é bem diferente das telas de cinema, iniciar um fogo na natureza é uma das situações mais difíceis de enfrentar, ainda mais em locais úmidos. Então um item importantíssimo no seu kit é algum instrumento para iniciar fogo, tal como um isqueiro ou fósforos (se possível, os dois). Além disso, será necessário ter uma isca de fogo, se trata de um material que irá se manter aceso por um período suficiente até que os outros materiais da fogueira peguem fogo (folhas, galhos etc).

A forma mais fácil de fazer uma isca de fogo em casa (antes de sair para a trilha) é comprar algodão (preferencialmente em disco) e algumas velas. Você deverá derreter as velas e utilizar a parafina delas para molhar o algodão. Após a parafina secar no algodão, a isca estará pronta. Quando necessário, você poderá utilizar um isqueiro ou fósforos para queimar a isca e ela ficará acessa por cerca de 10 minutos (tempo suficiente para iniciar qualquer fogueira, até em dias de chuva).

9 – Anzol

Caso a situação de emergência dure bastante tempo, é fundamental dispor de meios para se conseguir comida. Caçar animais terrestres não é uma tarefa muito fácil, então possuir um anzol para pescar é mais simples, caso haja um rio próximo ao local onde se esteja.

10 – Apito

Após longos dias perdido em meio à natureza, perdemos nossas forças e até falar passará a ser difícil. Então nada melhor que um apito para pedir ajuda e auxiliar na identificação da sua posição.

11 – Cobertor / manta térmica

A hipotermia pode levar qualquer pessoa à morte em pouco tempo, então para prevenir essa situação, ter um cobertor térmico é muito importante. Eles são baratos e ocupam pouco espaço na mochila, pois vêm dobrados dentro da embalagem.


Todos os itens citados ocupam pouco espaço, então é interessante que eles sejam acondicionados todos juntos dentro de algum recipiente para que possam ser acessados de forma prática e rápida. Além disso, o kit estará sempre pronto, podendo ser mudado de uma mochila para outra.

Caso esteja acampando, nunca deixe seu kit dentro da barraca, leve-o junto quando sair para caminhar, evitando de ser pego desprevenido caso ocorra alguma situação de risco na trilha que te impeça de voltar para o acampamento.

About the author

Uma pessoa apaixonada por aventuras, coordenador de viagens e membro do corpo de marketing da Trip Tri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *